Previsão Dinâmica

 

Previsão Dinâmica
A maioria das empresas coloca um tempo significativo - semanas ou até meses - na preparação dos orçamentos anuais. Mas, infelizmente, na maioria dos casos, o orçamento já está desatualizado quando é concluído. E no atual clima de negócios em constante evolução, manter um orçamento obsoleto pode comprometer seriamente as decisões.
 
 
É por isso que qualquer organização com uma mentalidade proativa precisa transformar seu planejamento de orçamento estático em previsão dinâmica, que combina informações reais junto com projeções.
 
Agora, a ideia de fazer atualizações de planos trimestrais, mensais ou mesmo semanais pode parecer assustadora, para dizer o mínimo. Mas existem soluções que tornam as atualizações regulares viáveis e práticas. Estamos vendo cada vez mais empresas adotando várias abordagens diferentes à medida que avançam em direção a uma lógica de previsão.

A seguir estão dois exemplos:

a) Algumas passam por um exercício anual de previsão, atualizando seus planos mensalmente. O processo de atualização é muito detalhado para os meses do final do trimestre, enquanto, para os meses intermediários, eles adotam uma abordagem mais agregada.

b) Outros "mergulham" ainda mais adotando o "Rolling Forecast". Essas empresas não só estão interessadas em realizar uma previsão de sua situação financeira no final do ano, mas também querem usar dados reais para extrapolar a situção do próximo mês - ou dos próximos 6-12 meses. A chave aqui é usar lógica e modelos de valoração simples que, permitam que você tenha uma boa estimativa dos os próximos meses com novos dados.

Não importa qual abordagem de previsão seja a melhor opção para sua organização, é essencial revisar seus planos anuais incorporando informações reais e atualizando qualquer mês aberto com suposições de dados mais precisas. E ainda mais, é importante acompanhar todos os seus ciclos de previsão.

Imagine o quão benéfico seria se você fosse capaz de comparar os resultados esperados para o final do ano do seu orçamento inicial, até a previsão do fim do primeiro trimestre, até a previsão de hoje. Você ainda verá resultados gerais no final do ano, mas também verá como esses resultados provavelmente serão alterados com base na incorporação de dados reais à lógica de planejamento.

Em uma era com eventos e mudanças disruptivos ocorrendo quase todos os dias, a previsão dinâmica se torna a abordagem correta para obter uma informação valiosa e uma bússola confiável para uma organização.

   
 

MARCIO LAMANNA
Consultor de Planejamento FInanceiro Comercial. Associado ABCO.