Vida longa as Micros e Pequenas Empresas!

 
Vida longa as Micros e Pequenas Empresas

Em 5 de outubro é comemorado o dia nacional da micro e pequena empresa.  A data foi escolhida em homenagem à criação do Estatuto da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte (Lei nº 9.841, de 5 de outubro de 1999), que atualmente é regulamentado pela Lei Complementar nº 123, de 14 de dezembro de 2006.
 

As pequenas empresas representam aproximadamente 99% dos negócios ativos no Brasil, segundo pesquisa feita pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). São também responsáveis pela geração de 55% dos empregos com carteira assinada.

 

Mas antes de comemorar precisamos refletir por que, a despeito de serem responsáveis por um papel tão significativo na economia de nosso país, os pequenos empreendimentos duram tão pouco. Pesquisa realizada pela empresa de informações de crédito Boa Vistaconstatou que, em 2018, 96,5% das empresas do país que entraram em processo de falência eram pequenas empresas. Embora o processo de falência não decrete obrigatoriamente a morte da empresa, ele aponta para o fato de a empresa apresentar diversos problemas financeiros e estruturais. Resumindo: Problemas de gestão.

 

Não importa o tamanho do empreendimento: nenhum empresário dedica tempo, dinheiro e esforços a montar um negócio para vê-lo deixar de existir com 1 ou 2 anos de mercado. Mas é nas pequenas empresas que identificamos a maior dificuldade em buscar e aceitar a necessidade de se fazer acompanhar de profissionais com experiência em gestão, de modo a evitar o encerramento das atividades.

 

O pequeno empreendedor é muito bom no que ele faz, seja ele médico, mecânico, engenheiro, cabeleireiro, cozinheiroou advogado. Daí a entender de planejamento prévio, gestão empresarial e comportamento empreendedor é uma outra questão que muitos preferem ignorar. A gestão financeira, então, costuma causar dores de cabeça e frio na barriga.

 

É possível perder o medo de crescer e assegurar a sobrevivência do seu negócio, desde que você se acompanhe da experiência de profissionais qualificados.

 

Outra pesquisa realizada pelo Sebrae identificou a adesão aos serviços da área de gestão oferecidos àsmicroempresas tanto pelo próprio Sebrae quanto por especialistas no mercado:

 

 

Talvez criar e manter um negócio exclusivamente por conta própria esteja entre os erros comuns e mais letais a pequena empresa. Busque profissionais capacitados que agreguem valor ao seu negócio, descompliquem a gestão e o auxiliem a turbinar resultados. Empreender é fascinante, e não precisa se tornar um pesadelo se você estiver bem acompanhado.

 

A Legere Consultoria e Treinamento acredita e apoia micro e pequenas empresas. Converse conosco. Queremos unir nossa experiência em finanças ao seu talento em busca dos melhores resultados para o seu empreendimento. Feliz 5 de outubro!

 

TÂNIA PAES
Consultor da Legere Consultoria e Treinamento. Associado ABCO.