ABCO - Associação Brasileira de Consultores

Finalidade


A ABCO tem por finalidade:

1. Difundir o campo de atividades da Consultoria de Organização, promovendo ações voltadas a apresentar aos indivíduos, comunidades, empresas, entidades governamentais, universidades e aos meios de comunicação, as contribuições do profissional de Consultoria nos campos da economia, gestão, tecnologia, meio ambiente, política e social, para melhor compreensão e valorização da função social do Consultor.

2. Congregar Consultores que tenham comprovado conhecimento, experiência e credibilidade no campo da Consultoria Organizacional, exercendo a profissão como atividade principal, bem como empresas de Consultoria que atuem com os mais altos padrões de competência e da ética profissional.

3. Identificar, analisar, interpretar e apresentar oportunamente à sociedade proposições para o desenvolvimento do país e da região por meio da integração de investimentos, da melhor distribuição de renda, universalização da educação, da saúde e demais meios socioeconômicos e ambientais em prol do progresso nacional.

4. Atuar com proficiência no desenvolvimento de ações e técnicas de intervenção essenciais para prevenir os efeitos do desemprego causado pela aceleração tecnológica, intensificando a preparação de empreendedores e de empregados para uma segunda carreira de modo que as instituições assumam tal condição como necessária para a autodeclaração de Responsabilidade Social e Sustentabilidade.

5. Identificar, analisar, interpretar, prover, debater e propor alternativas à situação ambiental e energética.

6. Estabelecer vínculo com universidades para criar e desenvolver a disciplina de Consultoria, estimulando seus associados a ministrarem as aulas.

7. Apoiar as Empresas Juniores como berço das práticas da Consultoria por meio do desenvolvimento de estudos, pesquisas acadêmicas e apresentação de artigos em apoio a trabalhos por elas contratados.

8. Incentivar os associados a contribuírem de modo significativo, para a modernização da gestão brasileira pública e privada no país, o aprimoramento das contratações e processos licitatórios e do acervo técnico-cultural da Consultoria brasileira.

9. Interagir com os poderes públicos e entidades privadas, instituições de apoio à Inovação, conselhos das diversas especialidades profissionais, órgãos de classe patronais e de empregados e associações congêneres, nacionais e internacionais.

10. Estimular a pesquisa, a criatividade e a inovação e o desenvolvimento de instrumentos e técnicas de consultoria e programas de treinamento adequados às necessidades atuais e ao desenvolvimento profissional do País.

11. Instituir, dentro de seis meses, a partir da sua criação, seu Código de Ética do Consultor e zelar pela sua observância, fazendo com que os associados orientem-se por princípios éticos compatíveis ao elevado grau de responsabilidade e probidade exigidas na Consultoria.

12. Apoiar institucionalmente cursos, pesquisas e eventos, após análise e recomendação da diretoria.